Nossa Senhora de Fatima

Um século clamando pela paz


Há cem anos, na Cova da Iria, na freguesia de Fátima, em Portugal, três pastorinhos testemunharam por seis vezes a aparição de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Na inocência e com simplicidade, eles confiaram no amor de Maria e passaram a divulgar Sua presença, como também atenderam o Seu pedido "Rezai, rezai muito... rezem o terço todos os dias".


“No Santo Rosário encontrei os atrativos mais doces, mais suaves, mais eficazes e mais poderosos para me unir a Deus”. (Santa Teresa d’Ávila)


Uma das reflexões que podemos fazer é qual o motivo da Mãe aparecer num lugar tão simples e para três crianças? O desejo de Nossa Senhora foi o de despertar nos homens um coração puro e que será transformado com Seu carinho, com Sua proteção, com Seu exemplo e com Sua bondade.


Nossa Senhora disse o mais difícil e lindo “SIM”. Confiou e acreditou. Seu amor tornou-se incondicional. Ela assumiu a grande certeza da vida: Jesus Cristo.
Maria sempre esteve próxima ao povo, ao lado dos seus filhos e filhas. Não exerceu o papel de uma mulher distante, gloriosa, indiferente à nossa realidade sofrida. Ela é a grande advogada que sempre está ao nosso lado. Nossa intercessora e mãe.


Mulher da paz que chora pela morte e sangue derramado pelos inocentes. Que se entristece com a miséria humana.
Nesse Ano Mariano devemos nos questionar e testemunhar a nossa fé. De que maneira estamos vivendo esse milagre no nosso cotidiano? Qual o espaço que Maria tem em nossa vida?


Hoje vivemos muitas guerras. A guerra do poder, da ganância, da descrença, das armas, das drogas, da fome, da corrupção. Nossa Senhora precisa retornar ao nosso lar, estar presente em nosso trabalho, conviver com nossos amigos e fazer parte definitiva de nossa vida.


Para comemorar o centenário da aparição de Fátima, o exemplo das três crianças deve permear nossa vida. Sejamos, hoje, Lúcia, Francisco e Jacinta: compreendamos que sobre a copa de uma pequena árvore azinheira sempre estará “ a Senhora mais brilhante que o Sol”.


Fiquemos com o recado de louvor e agradecimento, no trecho da canção Maria de Nazaré, de Padre Zezinho:
"...Em cada mulher que a terra criou, Um traço de Deus Maria deixou
Um sonho de Mãe Maria plantou, Pro mundo encontrar a paz.
Maria que fez o Cristo falar, Maria que fez Jesus caminhar
Maria que só viveu pra seu Deus, Maria do povo meu ..."

 

Frei Paulo Henrique Romero