DESPERTAR FRANCISCANO 2017.
Tema: Batismo, fonte de todas as Vocações
Lema: Vocações diversas para uma grande missão

Todos nós deveríamos, uma vez na vida, visitar a igreja onde fomos batizados, a pia batismal e reviver, com muita intimidade e espiritualidade, o nosso batismo, quando fomos apresentados à Igreja que nos acolheu e nos fez povo de Deus. Nada de mais bonito que participar de um batismo e acompanhar todos os gestos e ritos com que uma criança é acolhida no seio da comunidade e começa a fazer parte viva do corpo de Cristo. O que mais gosto no meu ministério sacerdotal é administrar o sacramento do batismo. Não me canso nunca. Infunde-me esperança e enorme alegria contemplar os pais e padrinhos que, alegremente, levam seus filhos e afilhados para receberem o batismo.
Um dos gestos que acho mais bonito e comprometedor, no momento do batismo, trata-se do momento em que os envolvidos colocam a mão direita no peito da criança enquanto o ministro pronuncia a fórmula do batismo. É o juramento, não sobre um livro, mas sim sobre o corpo da criança. O juramento de educá-la na fé e em todos os ensinamentos do Evangelho. Pena que, depois de adultos, o batismo se torna um sacramento estacionário, relegado na memória, mas que não é revivido com entusiasmo cotidiano e não é repensado à luz da vivência do nosso compromisso primeiro com Cristo.
Todos somos povo de Deus. O batismo é a chave que nos introduz e nos convida a ser parte viva da Igreja; é desta preparação inicial que a vida assume novos sentidos. Depois de termos entrado na comunidade devemos, cada um, descobrir o que o Senhor espera de nós. Nenhum batizado pode permanecer inativo na comunidade. É chamado a assumir a sua missão. O batismo dá uma orientação toda especial à nossa existência humana. Não nos é mais lícito colocar as nossas energias ao serviço dos ídolos tampouco ao serviço do mal; chamados a sermos totalmente transparências e ícones de Jesus morto e sepultado ao pecado e ressuscitado pelo mistério da graça, a vida nova.
Não há dúvida, portanto, que todas as vocações nascem da fonte batismal e que são nada menos que o florescer da semente recebida no dia do encontro com o Senhor no mergulho do eterno, onde fomos marcados para sempre com o selo da pertença a Deus.
frei mauricioFalamos muito de vocação. Quando dizemos que alguém tem vocação, afinal o que queremos dizer? A palavra vocação vem do verbo no latim "vocare" (chama?). Assim vocação significa chamado. É, pois, um chamado de Deus. Se há alguém que chama, deve haver outro que escuta e responde.
A vida de todo ser humano é um dom de Deus. "Somos obra de Deus, criados em Cristo Jesus" (Ef 2,10). Existimos, vivemos, pensamos, amamos, nos alegramos, sofremos, nos relacionamos, conquistamos nossa liberdade diante do mundo que nos cerca e diante de nós mesmos.
Não somos uma existência lançada ao absurdo. Somos criaturas de Deus. Não há homem e uma mulher que não sejam convidados ou chamados por Deus a viver na liberdade, que possam conviver, servirem a Deus por meio do relacionamento fraternal com os outros. Você é uma vocação. Você é um chamado.
Encontramos na Bíblia muitos chamados feitos por Deus: Abraão, Moisés, os profetas... Em todas as escolhas, encontramos: Deus chama diretamente, pela mediação de fatos e acontecimentos ou pelas pessoas. Deus toma a Iniciativa de chamar. Escolhe livremente e permite total liberdade de resposta. Deus chama em vista de uma missão de serviço ao povo. Vocação é o encontro de duas liberdades: a de Deus que chama, a do Homem que responde. Podemos fazer uma distinção entre os chamados: vocação à existência, vocação humana, vocação cristã e vocação específica, uma sobrepondo-se à outra.
É com esta motivação e com grande alegria que a Província dos Capuchinhos de São Paulo convida você para participar do “1º Despertar Franciscano de 2017”. Este encontro tem como objetivo divulgar, conhecer, incentivar e acompanhar os jovens que se sentem impelidos por Deus para discernir sua vocação. Na alegria do Cristo Ressuscitado, contamos com o teu apoio.

Dia: 20 de Agosto - 2017 - Festa da Assunção de Nossa Senhor - Domingo da Vocação Religiosa.
Tema: Batismo, fonte de todas as Vocações
Lema: Vocações diversas para uma grande missão
Início: Às 08h00 com a Celebração Eucarística, na Basílica Santo Antônio do Embaré, na cidade de Santos. Logo após a missa, vamos fazer uma caminhada vocacional pelas ruas de Santos até o Colégio Stella Maris - Av. Conselheiro Nébias, 771 - Boqueirão, onde daremos continuidade ao encontro.
Término: Às 16h30.

Obs.: O almoço será lanche fraterno. Por isso, pedimos que cada um traga um prato salgado e um refrigerante ou suco natural.
E para quem é destinado? O Despertar Franciscano é destinado a todos os leigos e leigas, religiosos e religiosas envolvidos de alguma forma com as fraternidades e presenças dos Freis Capuchinhos de São Paulo, em diferentes pastorais e movimentos. Maiores informações pesquisem o nosso site:   http://despertar.capuchinhossp.org.br

 

Frei Mauricio dos Anjos, OFMCap
Coordenador do Serviço de Animação Vocacional